Centenário Nelson Rodrigues

“A ficção de Nelson Rodrigues está cheia de coisas atrozes e imorais, é verdade. A vida também. Mas quem, acreditando em Deus, ousaria classificá-lo de imoral, porque a vida, criação de Deus, está cheia de coisas atrozes e imorais?”

Manuel Bandeira

Seja o dramaturgo, o cronista, o romancista ou Suzana Flag, Nelson Rodrigues está, sem dúvida, impregnado na vida artística do país, tanto nas mais absurdas situações como nos mais singelos beijos de novela. No dia em que comemora-se 100 anos de seu nascimento, nós da Um Conto gostaríamos de deixar registrado aqui nossa singela homenagem e nosso afetuoso muito obrigado!

Abaixo, confiram trechos do filme Fragmentos de dois escritores, João Bethencourt , no qual Nelson aparece comentando, entre outras coisas, sobre seu processo criativo: