Indicações literárias #14

Tardamos mas não falhamos: eis, enfim, as indicações literárias dos colaboradores da nossa edição de Novembro. Temos desde Ian McEwan, passando por (dois) livros de Gullar, até Adolfo Caminha e Fred Uhlman. Se está sem ideia do que ler nessas férias, não sairá desse post sem ao menos uma perspectiva. Boa leitura!

Reparação

Alex Sens Fuziy indica Reparação, de Ian McEwan. “Meu primeiro McEwan, lido em poucos dias sob luz de velas, ansiedade, lágrimas e completo assombro. Romance considerado sua obra-prima,Reparação é uma bela e triste história de amor corrompida pela mentira, rasgada pelas pontas laminosas de uma imaginação maniqueísta, tendo como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial e um sentimento de culpa tão irreparável quanto à época.”

a luta

João Lima indica A luta corporal, de Ferreira Gullar. “Li na minha adolescência. Não lembro ou não sei qual a sensação de um soco, mas esse livro me pareceu à época um murro bem dado na boca do estômago. A luta corporal, segundo o próprio Gullar, é o primeiro “bom” livro de sua bibliografia e impressiona por sua vitalidade e virulência. Escrito durante os vinte e poucos anos do poeta, o livro explora as possibilidades do verso no espaço em branco como poucos antes haviam feito. É obrigatório para os poetas que ainda hoje tentam ousar na forma do poema.”

o reencontroAndré Foltran indica O Reencontro, de Fred Uhlman. “(…) é a história de uma devoção intensa e inocente entre dois jovens amigos que crescem juntos no interior da Alemanha e são separados pela ascensão do nazismo. O que é esplêndido e inigualável no livro de Fred Uhlman é que ele revela o outro lado da moeda impregnado pela torpeza, pela estupidez e pela crueldade do ser humano, expondo, em contrapartida, sua grandeza e sua integridade. Uma obra literária rara!”

DENTRO_DA_NOITE_VELOZ_1291494980PFarley Roch indica Dentro da Noite Veloz, de Ferreira Gullar: “Escrito entre 1962 e 1974, o livro abrange o período em que Gullar se posiciona criticamente diante do cenário político brasileiro até parte do seu exílio. A obra traz poemas que demonstram a versatilidade do autor uma vez que busca reinventar sua linguagem e a si próprio, abordando temas que vão do forte apelo social ao seu tão bem traduzido ‘espanto’ frente a vida e os mistérios do mundo. Um livro-aula essencial que serve de modelo e referência para jovens poetas que almejam amadurecimento estético na arte de confeccionar poesia.”

antologiaSérgio Sansil indica Cartas do Coração – uma antologia do amororganizada pela jornalista Elizabeth Orsini.  ” [É] O livro que talvez mais tenha tido que pagar multas na biblioteca por atraso na devolução. A linha entre resgate histórico e confissão passional pelo qual se delineia a obra nos faz rir, chorar e se enfurecer ao ver que uma das grandes formas de expressão do amor através da escrita, a carta tem seu legado preservado em poucas publicações como esta. Dos devaneios platônicos a fúria lasciva de grandes mitos e personagens da nossa história, que também amaram, se decepcionaram e sofreram.”

Karline Batista indica A Normalista, de Adolfo Caminha. “Compartilho uma das obras representativas do Naturalismo brasileiro, a saber, A Normalista deA Normalista - Adolfo Caminha Adolfo Caminha. O enredo, audacioso à época, expõe os bastidores das ditas casas de família denunciando o famoso caso de abuso sexual praticado pelo padrinho contra a sua afilhada Maria, a normalista. Ao longo do livro o leitor se sentirá perplexo diante da trama e se envolverá em suas nuances regionais tais como a linguagem e os costumes, mescladas com a representatividade da sociedade brasileira e sua hipocrisia.

 

duchamp

Guilherme Portes indica Marcel Duchamp, de Calvin Tomkins: “Imprescindível para quem pesquisa Arte contemporânea, o livro narra a vida do principal responsável pelas questões atuais da arte.”

Anúncios

Um comentário em “Indicações literárias #14

  1. Adorei o conteúdo da revista li as anteriores. Parabéns fora a felicidade de ter um poeminha do coração nesta edição. Parabéns Apaixonado por vocês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s