Um Conto – Edição de Agosto

Aí estão, enfim, os colaboradores de agosto. Essa edição é pioneira em algumas coisas, pois é a primeira vez que publicamos uma prosa-poética em um dos quadros para poemas, e o belo desenho da capa  foi livremente inspirado no conto do mês. De que forma? Bom, aí vocês terão que conseguir uma revista pra descobrir. Os meios continuam os mesmos: você pode mandar um e-mail para o endereço aqui do lado, esperar algumas semaninhas até ela sair no formato digital aqui no site, ou – se você é de Juiz de Fora – fazer uma visita na Livraria e Cafereria A Terceira Margem. Até mês que vem, no nosso aniversário de 1 ano!

LUCAS VIRIATO (conto)

Lucas Viriato, carioca de 28 anos, é formado em Letras pela PUC-Rio, na habilitação de Formação do Escritor. Obteve o título de mestre em Literatura Brasileira na mesma universidade. Desde 2006, edita o jornal literário Plástico Bolha, que já publicou centenas de autores, entre novos e consagrados. Em 2007, estreou com Memórias Indianas (Ed. Ibis Libris) livro sobre sua primeira viagem para à Índia. Retorno ao Oriente (Ed.7Letras), livro que deu continuidade ao projeto poético, foi lançado no final de 2008. Contos de Mary Blaigdfield, a mulher que não queria falar sobre o Kentucky – e outras histórias (Ed.7Letras) foi sua estreia na prosa em 2010. Ainda neste ano, organizou a Antologia de prosa Plástico Bolha (Ed. Oito e meio) que reuniu no formato livro os melhores contos do jornal. Em 2012, realizou o projeto Curtos e Curtíssimos (Edição do autor), que junta 13 de seus principais micropoemas em um livro caseiro. Após passar pelo CEP 20.000, onde trabalhou com o poeta Chacal, atualmente organiza o sarau Labirinto Poético para a Prefeitura do Rio e escreve no seu blog pessoal.

LUANA VIGNON (poema)

Luana Vignon vive em São Paulo. É poeta, escritora e coordenadora editorial. Publicou Seu herói foi embora (Yiyi Jambo, Paraguai, 2010) e Os tiros vêm do paraíso (Panelinha Books, São Paulo, 2010). Escreve no blog Fake Souvenir.

FERNANDO BRAIDA (desenhos)

Fernando Braida, apenas um garoto da cidade, nascido e criado em Juiz de Fooora, gostaria de pegar um trem a meia-noite para ir a qualquer lugar, mas está esperando o tal trem de superfície que iriam fazer na cidade e também o índice de violência dar uma reduzida. Escolheu fazer Bacharelado Interdisciplinar em Artes e Design, pois como todo ariano, acredita que a vida é uma grande nave louca em que temos que tirar leite de pedra pra fazer sucesso. Gosta de desenhar, porque não se acha capaz o suficiente de fazer uma “faculdade de verdade”, como diriam os mais velhos. Acha que ser adulto é um mito, provavelmente feito pela Rede Globo, principalmente pra tirar o Collor, e talvez por isso seja tão bobo quanto uma criança.

JULIANA GERVASON (poema)

Juliana é professora de literatura. Graduada, especialista, mestre e doutora em Literatura. Descobriu aos 32 anos que só sabe falar de literatura. Publicou poemas e artigos acadêmicos em revistas e antologias. É mineira, caseira, blogueira, vlogueira e não veio ao mundo pra brincadeira. Pode ser encontrada virtualmente em O Batom de Clarice.

EDMON NETO (poema)

Edmon Neto é ocasionalmente poeta e músico, pois ainda não aprendeu a ganhar dinheiro com nada do que faz. Colabora com o blog de poesia Verdades Provisórias , possui um tímido perfil no Recando das Letras e já publicou na Darandina Revisteletrônica. Na música, lançou o disco homônimo “S.A Rock’n’Roll” (2010) e, no momento, se prepara para voltar a soltar a voz nos palcos roqueiros da cidade. É, também, mestrando em Estudos Literários pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

ERNANE CATROLI (prosa-poética)

Ernane Catroli nasceu em Sant’Anna de Cataguases, (MG-1953). Farmacêutico-bioquímico de formação (UFRJ-1976), exerce atividades científicas e acadêmicas na área de saúde, no Rio de Janeiro, onde reside desde 1972. Publica regularmente em alguns blogs dedicados à cultura.

FABRÍCIA VALLE (poema)

Fabrícia Valle é natural de Juiz de Fora, tem como formação complementar o curso de “Percussão Popular” pela Bituca (Barbacena). Formada em Letras, especialista e mestre em Estudos Literarios pela UFJF. É Articuladora Cultural de Percussão (FUNALFA/PJF), integrante da banda Matilda  e acredita na música como dispositivo de transfomação de pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s